quarta-feira, 4 de junho de 2008

SEM AÇÃO NÃO HÁ PERSPECTIVAS

É muito comum abaixamos a cabeça diante dos problemas que aparecem diante de nós. Começo a falar como quem está tendo que provar aquilo que creio. Esta semana me vi cantando: "Eu vejo uma pequena nuvem, do tamanho da mão de um homem, mas este é o sinal que a sua chuva vai descer... Faz chover..." De que adianta cantar se não há ação que justifique este procedimento? De que adianta seguir um ideal se não cremos nele? Há mais ou menos um mês e meio, um profissional observando meu eletrocardiograma ficou preocupado com o resultado e me pediu pra repetir o exame, agora, prendendo a respiração várias vezes para obter um resultado mais preciso. Ao fim me perguntou: você sente dor no peito? Sentiu como se tivesse algum problema estomacal... e por ai foi me indagando até que lembrei de um estresse que me fez sentir enjoado, etc. você enfartou! A partir daí comecei a perder minha autoconfiança e ficar sem dormir à noite: Que será da minha esposa e do meu filho, até hoje não consegui levantar nenhum patrimônio para lhes dar conforto. Não era a morte a minha preocupação, mas meus ideais que poderiam estar sendo frustrados. Minhas ações foram reduzidas a trapos e minhas motivações deixaram de existir. Eu estava esquecendo da minha fé e do Deus que eu cria. Deus queria falar comigo e eu estava tão ocupado com meu problema que não conseguia ouví-lo. Não por sorte ou acaso minha leitura da Palavra de Deus deteve-se em Mateus 6:25-35 que começa assim nas Palavras de Jesus Cristo: "Não andeis cuidadosos por coisa alguma..." Aquilo soou como um bálsamo cicatrizante em minha alma e eu comecei a enxergar de uma nova perspectiva o meu (ex) problema. Procurei um outro médico, e ele depois de me fazer mais alguns exames falou: "Voce não teve nehuma isquemia, não tem nada". Houve uma mudança radical em minha maneira de proceder quando resolvi procurar ouvir a voz de Deus isto gerou novas perpectivas em minha vida. Precisamos agir crendo que o Senhor é quem transforma nuvens "aparentemente minúsculas" em chuvas copiosas. Creia! O Senhor quer que você tome uma iniciativa.
Pr. Kelner

4 comentários:

keila disse...

Querido Kelner, você é especial na minha vida. Deus nos fala através desse seu texto. Obrigada... te amo!!! Keila

Familia Castro disse...

Oi Pr. Kelner,
Eu estou divulgando seu blogg no blogg da PIBA, e quero saber se posso fazer isso.
Um grande abraço,
E amo voces muito muito muito muito
Céa

julio disse...

Oi, Pastor Kelner, eu e minha família te amamos,
sei bem o quanto me ajudou quando tive com aquela fratura,
e quanto evangelizamos por Araruama dirigidos por nosso Deus,você realmente é um Pastor Ungido de Deus ,como Deus me revelou especialmente naquele dia que você presenciou. Continue sempre assim Pastor. Além disso você é um Pastor Muito Amigo e oro para que Deus derrame muitas bençãos para você!
Júlio

julio disse...

"É fácil perder a fé quando temos problemas. Quando as tormentas da vida nos açoitam,podemos sentir desaparecendo a fé que uma vez tivemos. Simão Pedro teve seus altos e baixos com Deus. Na noite em que Pedro negaria Jesus, Este lhe disse: "Simão,Simão,escute bem! Satanás já conseguiu licença para pôr vocês à prova. Ele vai penerar vocês como o lavrador peneira o trigo a fim de separá-lo da palha. Mas eu tenho orado por você Simão, para que não lhe falte fé. E, quando você voltar para mim, anime os seus irmãos."
Jesus indicou que Simão tinha um agressor no plano espiritual. Jesus sabia que Pedro seria atacado e peneirado, mas também estava confiante de que, depois de tudo, Pedro voltaria para Deus. O trigo é peneirado jogando-se ao ar repetidas vezes. As sementes de trigo se separam da palha quando o vento leva a palha, que é mais leve. A única coisa que fica são as sementes de trigo boas e inteiras. Não devemos ficar surpresos que tenhamos de enfrentar tempos em que a nossa fé parece desaparecer. Talvez sintamos como que tivéssemos sido cortados ao meio e a nossa fé foi levada como a palha. Mas não devemos os preocupar. Voltaremos a encontrar o centro de nossa fé. E, quando isso acontecer,estaremos muito melhor do que antes e também estaremos em melhores condições para encorajar outros."
Júlio