quarta-feira, 14 de outubro de 2009

SÉRIE SABER OUVIR V

“Não repreendas o escarnecedor, para que te não aborreça; repreende o sábio, e ele te amará.” (Provérbios 9:8)


“Você reclama demais...”


Já ouviu alguém te chamar a atenção quando você menos espera sobre algo que você está falando muito a muitas pessoas do que está acontecendo com você? Quando a passamos por situações novas, costumamos supervalorizar aquele momento, aquela dor, etc. pois é.


Sentindo muita dor na coluna e também no pescoço, procurei tratamento médico, e a profissional já me adiantou quanto a cervical: este é um problema degenerativo, se você tivesse uma hérnia de disco teria como resolver. Nas entrelinhas  ela me passou o recado. Para um bom entendedor, meia palavra basta. O pior não foi isto, uma hérnia de disco apareceu na lombar e começou a intensificar aquele sofrimento, ai então todas as atenções estavam se voltando para a dor, e não podia ouvir: O Sr. Está bem? A resposta estava na ponta da língua: não, dói tudo! Meu problema se tornou o centro das minhas atenções. Então começava a explicar com detalhes o tamanho do problema sem perceber que estava dando mais valor a ele (o problema) e, conseqüentemente encurtando minha visão e o equilíbrio necessário, colocando o foco sobre este “defeito” sem perceber que minha postura já influenciava as pessoas que já se penalizavam com o fato.


Até que um dia, tocando de novo no assunto, o Sr. Helcio Dutra, um grande amigo, me interrompeu: Pastor, o senhor reclama demais desse problema! Aquilo caiu sobre mim na hora que eu menos esperava, me pegou desarmado e atingiu o coração do problema. A questão não era a dor em si, mas a atenção que eu dava para ela. Acho interessante como o Senhor faz conosco, colocando pessoas na nossa frente para apontar algo que precisa ser tratado, e se não estivermos preparados para ouvir, perderemos oportunidades de cura que Deus nos prepara. No momento, eu não sabia o que falar, mas fui gentil com ele e sua esposa Celina. Mas, o caso não terminou por ai, fui à reflexão do ocorrido e comecei a me lembrar de todas as pessoas que já tinha anunciado: “Eu tenho uma hérnia de disco e a doutora disse também que a artrose na cervical não tem jeito!”. Que mico! Essas recordações são como agulhas espetando depois que descobrimos algo sobre nós mesmos.


Acontece assim também de várias maneiras na nossa vida. Existem coisas que nos incomodam e nós a supervalorizamos a ponto de mudarmos o foco correto que precisamos dar à nossa vida cotidiana. Essas coisas tomam o espaço daquilo que realmente deveríamos dar valor e sem perceber vamos nos afastando dos propósitos  maravilhosos que Deus tem preparado para nós. Valorizar problemas é deixar de enxergar as promessas de Deus, é dar um passo para trás, é errar o alvo e as vezes estamos tão acostumados a isso que acontece as vezes de maneira inconsciente, você nem percebe, mas está induzindo às pessoas terem pena de você; é ser tolo! Em Provérbios 3:7 diz assim: “Não sejas sábio aos teus próprios olhos; teme ao SENHOR e aparta-te do mal.”


Ainda bem que Deus põe amigos para nos mostrar certas nuances em nós que não percebemos. Você é capaz de visualizar em você mesmo quando alguém lhe põe o dedo na ferida? Você é capaz de refletir sem ficar chateado com alguém que está lhe revelando pedaços do seu comportamento que estão danificados e expostos a público? Sabe, depois que parei de dar a atenção a isto, a minha dor foi diminuindo gradativamente, até o ponto dela não mais me incomodar. Por enquanto a artrose e a hérnia ainda estão lá, estou confiante na cura que vem dEle, mas pode ter certeza, minhas atenções agora estão voltadas para algo mais produtivo, que agrada ao Senhor. Pense nisto. Gostaria de finalizar esta publicação com esta palavra: “Sabeis estas coisas, meus amados irmãos. Todo homem, pois, seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar.” (Tiago 1:19) Observa ao teu lado, tenho certeza que você tem um amigo de verdade que pode te ajudar, nem sempre com palavras doces. Reflita sobre o que ele tem a te falar, pode ser que Deus o esteja usando. Cabe a você ser sábio!


Pr. Kelner Alcântara Queiroz

Um comentário:

Rebeca disse...

Oi, Kelner.É bom ver como Feus tem te usado.tuas mensagens são lindas e cheias de unção. que Deus continue te abençoando e usando.Um beijão na Mircia e no Samuel.beijo. Lucia